Ortopedia

Artroscopia


Técnica cirúrgica/diagnóstica para avaliação e tratamento de patologias articulares nomeadamente displasia do cotovelo : fragmentação do processo coronóide (FCP), OCD (osteocondrite dissecante do côndilo medial do úmero) e não união do processo ancóneo(UAP).

Exame artroscópico do joelho para diagnóstico de patologias e correcção de problemas do menisco.

Exame artroscópico do ombro para diagnóstico e tratamento de OCD cabeça do úmero, instabilidade do ombro, tenosinovite.

Exame artroscópico do tarso para resolução de OCD do talo.

Exame artroscópico da articulação coxo-femoral na avaliação das ancas displásicas.
 

Diagnóstico precoce de displasia da anca e da displasia do cotovelo


A displasia da anca é uma doença de desenvolvimento multifatorial. Tem base hereditária (ou seja é transmissível de pais para filhos) mas outros fatores são importantes na sua manifestação nomeadamente a alimentação excessiva e o exercício físico violento durante o crescimento.

Por ser uma doença de desenvolvimento (piora com a idade) é fundamental detetá-la o mais cedo possível com o objetivo de alterar o curso da mesma. A idade definida para o exame radiográfico de displasia da anca é o ano de idade para todos os cães exceto o Rottweiler que é aos 15 meses e os cães de raça gigante aos 18 meses - estabelecido pela FCI (Federação Cinológica Internacional).

Nestas idades já não é possível intervir na estrutura óssea de forma a reduzir ou até anular a progressão da osteoartrose na articulação. É por esta razão que recomendamos a realização de um diagnóstico precoce da displasia que é realizado entre os 4 e os 6 meses de idade.

Neste exame é feito o Raio X standard em decúbito dorsal com as pernas estendidas; posição de rã; determinação do índice de distração e avaliação do ângulo do rebordo acetabular dorsal(DAR).

A informação recolhida neste exame permite estabelecer um prognóstico para cada articulação e consequentemente um aconselhamento para cada animal.

Exame clínico de claudicação no animal displásico.

Exame radiográfico para despiste oficial da displasia da anca (pelas normas da FCI) e da displasia do cotovelo (pelas normas do IEWG - International Elbow Working Group).

Diagnóstico precoce da displasia da anca e da displasia do cotovelo.

Despiste da luxação da rótula.
 

Ortopedia


Maneio médico das patologias ortopédicas crónicas (com dor crónica).

Exame ortopédico completo; diagnóstico de claudicação; cirurgia ortopédica com todos os meios de fixação: aplicação de placas e parafusos, fixações externas e pins intramedulares.

Cirurgia articular. Resolução da rotura do ligamento cruzado anterior do joelho com TPLO ou com sutura extra-capsular.

Osteotomia pélvica tripla ou dupla, DARtroplastia, excisão da cabeça e colo do fémur para resolução da displasia da anca.

Osteotomias corretivas nomeadamente de desvios angulares, osteotomias dinâmicas da ulna como parte do tratamento da displasia do cotovelo.



 
Sabe ver se o seu gato tem excesso de peso?
Dizem que “O amor é cego” mas que impacto terá esta frase em nós, tutores orgulhosos dos nossos animais de estimação? Qualquer tutor de um gato tem a noção de que muitas vezes os nossos patudos estão a ficar mais redondinhos.
Entre em contato connosco
Coloque-nos questões, tire dúvidas ou saiba mais acerca dos serviços prestados pelo VetOeiras Hospital Veterinário. Somos cuidadores primários e também centro de referenciação para outros Centros Veterinários nas áreas de cirurgia, consultas de especialidade e meios complementares de diagnóstico.
   Li e aceito a política de privacidade referente à utilização dos meus dados